Notícias

SAAE BM soluciona deficiência de água em bairros da cidade


Publicado em: 10/07/2017 14:11 | Autor: Saae Barra Mansa

 

A Rodovia Sérgio Braga recebeu, este ano, uma extensão de rede para distribuição de água fornecida pelo Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Barra Mansa (SAAE BM). O local que até pouco tempo era abastecido através de caminhão pipa, recebeu uma extensão de 400 metros de tubo para obter o uso da água.

Há alguns anos, a Rodovia Sérgio Braga recebia água fornecida pelo município de Volta Redonda, no entanto, devido a algumas dificuldades, a cidade não pôde mais continuar o abastecimento. Segundo o Coordenador de Água e Esgoto, José Júnior, a situação foi avaliada e teve, como resultado, a necessidade da construção de uma nova rede, visto que o processo de abastecimento por caminhão pipa era precário e insuficiente.


“Efetuamos um estudo característico, alinhado ao projeto de viabilidade. A partir daí executamos os trabalhos de engenharia destinados à construção da nova rede, utilizando mão de obra própria, o que possibilitou uma economia considerável, pois o fornecimento de água utilizando caminhão pipa gerava mais despesa, já que compreendia o transporte de água e a também a mão de obra”, comenta.


Além da Rodovia, a parte alta do bairro Piteiras, que contempla as ruas 18 e Antonieta Martins, passava por deficiência  no abastecimento de água, por mal dimensionamento no sistema. De acordo com o Gerente de Expansão e Manutenção de Água, Geraldo Almeida, a parte debaixo do bairro não precisava de bombeamento de água para a distribuição, dessa forma foi necessário alterar o sistema.


“Após estudo na localidade, fizemos um redimensionamento na rede e modificamos o método de bombeamento na parte alta do bairro, chegando ao êxito através da normalização no atendimento de água, o que na parte baixa já era estável uma vez que já conseguíamos atender pelo deslocamento da água na rede por gravidade. Essa resolução foi benéfica, porque conseguimos resolver a falta d’água na parte alta e o desgaste da bomba desnecessário”, finaliza.